Os criminosos foram presos após expedição de mandato judicial (foto: divulgação)
Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

A Polícia Civil, por meio da Superintendência Regional do Baixo Tocantins- 4ª RISP, de Abaetetuba, nordeste paraense, cumpriu, nesta sexta-feira, (12), mandado judicial de prisão preventiva e busca e apreensão domiciliar, expedido pelo Juiz da Comarca de Igarapé-Miri Dr Lauro Alexandrino Santos, Juiz de Direito, em desfavor do nacional Leonaldo Martins Machado, alcunha “Lilian”, pelos crimes de Roubo e Associação Criminosa. Segundo o delegado Alexandre Rebelo Clos, Superintendente Regional do Baixo Tocantins – 4ª Risp, em exercício, “Lilian” é acusado de comandar a Associação Criminosa responsável por praticar vários assaltos na PA-51, no município de Igarapé-Miri, no trecho próximo a travessia do Rio Meruú, mais precisamente na altura do Ramal Arapari.

De acordo com o delegado, o acusado é responsável por comandar a associação criminosa responsável em atacar os viajantes que percorrem a rodovia PA-151, que liga Igarapé-Miri às cidades de Mocajuba, Cametá, Baião, levando terror e pânico aos viajantes. Eles fechavam a rodovia, dando tiros e jogando troncos de árvores e objetos, obrigando os veículos a pararem. Após a parada forçada na estrada, cercavam os veículos, geralmente com mais de cinco integrantes armados com arma de fogo e terçados, subtraindo os objetos, e mediante grave violência as suas vítimas. “Lilian” tem outro inquérito na delegacia de Moju.

“Nesta sexta-feira, o acusado foi preso pela equipe da Superintendência”, relata o delegado. Durante a busca e apreensão domiciliar na residência do mesmo nada de ilícito foi encontrado.

Durante as diligências foi preso em flagrante o nacional Joelson de Souza Lobato por porte de arma de fogo. Também integrante da associação que praticava assaltos no mesmo trecho da PA-151. Na residência do nacional Adeilton Ferreira de Melo, de apelido “Preto”, também integrante da associação criminosa foram encontradas 6 armas caseiras, porém Preto conseguiu fugir.

Com os criminosos foram apreendidas armas (foto: divulgação)

Participaram da Operação a equipe da Superintendência Regional do Baixo Tocantins-4ª Risp, coordenada pelo delegado Alexandre Clos, investigador Ângelo Martins (Chefe de Operações), além dos investigadores de Polícia Civil, Denilson Bitencourt, Nonato, Leonardo, e o delegado Tarsio Martins de Igarapé-Miri.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA