Madeira apreendida encheria 200 caminhões, segundo governo do Pará (Foto: Divulgação / Semas)

O governo do Pará lacrou sete serrarias suspeitas de irregularidades no município de Nova Esperança do Piriá, nordeste do estado. De acordo com a fiscalização ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), entre os problemas identificados estavam a falta de licença ambiental e o fato dos estabelecimentos não estarem inscritos no Sistema de Cadastro de Consumidores de Produtos Florestais (Ceprof)

De acordo com o governo, durante a fiscalização foram apreendidos cerca de 4 mil metros cúbicos de madeira em tora, que seriam suficientes para encher 200 caminhões. O material apreendido na serraria é de espécies de alto valor comercial, como maçaranduba, louro, guajará e ipeúba.

Segundo o diretor de Fiscalização da Semas, Antonio Dias, a madeira seria serrada e depois transportada para o nordeste do país. O governo disse ainda que o caso será investigado nas esferas administrativa e penal.

A operação de fiscalização da Semas começou no dia 17 de agosto e, segundo o agente de fiscalização, Vitor Mendes, coordenador da operação, deve continuar até o final de 2017.

Want create site? With Free visual composer you can do it easy.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA