Durante a ação, foram realizadas várias abordagens e revistas em pessoas ao longo da virada do dia 31 de dezembro para dia 1º de janeiro (foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira (2) os resultados de uma operação de repressão ao crime em Rurópolis, sudoeste do Pará. Com caráter preventivo e repressivo, a ação policial teve por meta coibir práticas delituosas no município. Estiveram em atuação no município equipes de policiais militares, sob o comando do tenente Roberto Scalabrin Lira, e de policiais civis sob coordenação do delegado Ariosnaldo Vital Filho.

Durante a ação, foram realizadas várias abordagens e revistas em pessoas ao longo da virada do dia 31 de dezembro para dia 1º de janeiro, em veículos e bares, localizados nos bairros do município para prevenir práticas de crimes contra a integridade física ou à vida das pessoas ou crimes contra o patrimônio, como furtos, roubos e danos materiais.

Segundo o tenente Roberto Scalabrin, as operações preventivas foram realizadas durante o período da manhã e prosseguiu durante a noite com a realização de barreiras de fiscalização e a operação Hypinus durante o período noturno.

Conforme o delegado de Polícia Civil, Ariosnaldo da Silva Vital Filho, a Unidade Integrada Propaz (UIPP) de Rurópolis, foi montada uma escala de plantão para atendimento de emergências. Antes da operação, os policiais mapearam os alvos da operação ao longo das rodovias BRs e nos bairros, onde foram deflagradas as diligências.

As operações foram levadas para a Comunidade de Divinópolis, sob o comando do sargento Roberto Lages, onde não houve registro de crimes graves. Para o delegado, a operação de final de ano alcançou o objetivo de trazer satisfação à população local. Até a manhã de primeiro dia do ano, não foram registradas prisões nem casos de crimes graves, como homicídios dolosos, porte ou posse irregular de arma de fogo, crimes contra a dignidade sexual ou acidentes com vítimas fatais ao longo das rodovias.

[caption id="attachment_32321" align="aligncenter" width="480"] Antes da operação, os policiais mapearam os alvos da operação ao longo das rodovias BRs e nos bairros, onde foram deflagradas as diligências. (foto: PM)[/caption]

Na madrugada desta terça-feira, 2, foi conduzido para a UIPP, por desobedecer a prévia ordem policial, um homem e seu veículo que estava em situação de poluição sonora em um dos bairros da cidade. “O volume de som estava muito alto incomodando pessoas que estavam em seus repousos noturnos. Antes da apreensão do objeto e da condução de seu proprietário, ele foi advertido por policiais militares de que havia uma denúncia de que ele teria causado perturbação ao sossego alheio e ele, naquele momento, comprometeu-se a sanar com o ato delituoso, mas ele não obedeceu à ordem policial causando transtorno a coletividade”, detalha o delegado.

Want create site? With Free visual composer you can do it easy.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA