Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

A Polícia Federal no Pará cumpre 12 mandados de prisão preventiva, 17 de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva nos município de Jacundá, Goianésia, Breu Branco, Tucuruí, Belém, Ananindeua e Cachoeira do Arari nesta terça-feira (13). A operação combate uma quadrilha que realizava fraudes no seguro defeso nos municípios de Breu Branco e Tucuruí, sudeste paraense.  Durante a operação foram encontrados documentos e dinheiro.

Publicidade

Segundo informações da Polícia Federal, são alvos da operação representantes e funcionários de sindicatos e associações de pescadores, além de servidores do Ministério do Trabalho e Emprego, funcionários e donos de casas lotéricas. As investigações, que começaram em 2014, apontam que esses alvos estariam cadastrando pessoas que não preenchiam o perfil de pescador artesanal para receber o seguro-defeso. Com base em denúncias, a polícia identificou uma rede de pessoas envolvidas nas fraudes em diversos municípios paraenses. Foi possível constatar também que parte dos investigados estariam envolvidos com fraudes a outros benefícios sociais, tal como o Bolsa-Família.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, estelionato contra instituição de direito público, corrupção passiva e ativa, falsificação de documentos, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistemas de informações e outros, cujas penas somadas podem alcançar mais de 30 anos.

Todos os acusados serão encaminhados para Belém, Marabá e Tucuruí, onde ficarão a disposição da justiça federal.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA