Acusado de latrocínio em Breves se entrega a Polícia após ter foto divulgada

Ele se entregou, durante a manhã, na sede da Superintendência da Polícia Civil no município acompanhado de um advogado.

0
865
Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

A Polícia Civil cumpriu, nesta terça-feira (16), a prisão preventiva decretada pela Justiça de Breves, no Marajó, contra Clemildo Nascimento Balieiro, conhecido como “Boca”, reconhecido como autor do latrocínio (roubo seguido de morte) que teve como vítima o jogador de Handebol, Sebastian da Silva Pantoja, de 21 anos.

Publicidade

Ele se entregou, durante a manhã, na sede da Superintendência da Polícia Civil no município acompanhado de um advogado. Ainda, durante a manhã, a equipe da Superintendência apreendeu o adolescente de 17 anos que pilotou a moto usada no crime.

O veículo está recolhido na Superintendência. A faca usada no crime e o celular roubado da vítima não foram encontrados. Segundo o delegado Geraldo Pimenta Neto, o latrocínio ocorreu no último final de semana, em frente ao hotel Palace, na Avenida Rio Branco, em Breves. A vítima estava ao lado de um amigo, no momento em que foi abordada pelo assaltante armado com uma faca.

Após tomar o telefone celular de Sebastian, o criminoso desferiu um golpe no peito do desportista, que ainda chegou a ser socorrido pelo amigo, mas não resistiu e morreu. A vítima era jogador da seleção de Handebol de Melgaço, onde residia, e estava de passagem por Breves.

O delegado Artur Júnior, da Superintendência Regional do Marajó Ocidental, em Breves, pediu a prisão preventiva do acusado à Justiça. O mandado de prisão foi expedido nesta terça-feira, 16. Clemildo vai ficar preso à disposição da Justiça. Com relação ao adolescente, a Justiça de Breves decretou a internação provisória do menor que será enviado ao Centro de Internação do Adolescente Masculino (CIAM).

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA