Foto: Ney Marcondes/Diário do Pará)
Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

A Polícia Civil do Pará deflagrou na manhã de ontem (13) a Operação Maratauaíra, que cumpriu cerca de 23 mandados de prisão preventiva expedidos a 50 foragidos da justiça, somente no município de Abaetetuba, nordeste paraense. Outros 55 mandados de busca e apreensão resultaram ainda em três prisões em flagrante, por tráfico de drogas.

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, os presos são acusados de envolvimento em crimes graves, como homicídios, roubos e latrocínios e tráfico de drogas. As investigações para localizar os alvos partiram de um crime ocorrido este ano, contra o feirante Raimundo Lobato Mota. “As averiguações no Baixo Tocantins são constantes e a operação partiu das investigações pautadas nos eventos recentes que ocorreram, como o do latrocínio de um feirante da região em janeiro deste ano, muito conhecido pela população. Ele foi roubado e morto às margens do rio e hoje prendemos o autor do crime”, disse o delegado. O acusado é Gleifeson dos Santos Amorim.

Publicidade

QUANTITATIVO

Até a manhã de ontem, 26 pessoas foram presas. Destas, 23 possuíam mandado de prisão decretadas; três, dos 55 mandados de busca e apreensão, resultaram em flagrante por tráfico de entorpecentes. Do total de detidos, 12 são acusados por crimes de homicídios, 6 por crime de roubo e 2 por latrocínio, todos cometidos no município. Os nomes de todos os presos não foram divulgados. Eles foram encaminhados a Belém, onde prestaram depoimento e seguiram para o sistema penitenciário. A operação foi batizada com o nome do rio da região.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA