Qual a quantidade diária limite de consumo de café?

Equipe responsável pelo projeto de revisão constatou que a quantia de 400 miligramas foi corroborada por vários especialistas.

0
133
ESPECIALISTAS INDICAM ATÉ QUATRO XÍCARAS POR DIA
Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

Gasolina para humanos, cafés são consumidos irrestritamente por boa parte da população mundial: logo cedo, após o almoço, no meio da tarde e por aí vai.

A cafeína, substância química presente na bebida, pode ser prejudicial ao corpo se consumida em excesso. Pesquisas diversas feitas nos últimos anos indicaram que 400 miligramas diárias é o limite para adultos considerados saudáveis — o correspondente a quatro xícaras de café moderado por dia.

Publicidade

Alguns cafés considerados fortes, no entanto, apresentam uma quantidade muito grande de cafeína. Black Insomnia, anunciado como o café mais forte do mundo, tem sozinho 702 miligramas de cafeína por xícara.

Recentemente, pesquisadores do instituto de saúde International Life Sciences voltaram ao tema, realizando um extenso trabalho de revisão sistemática de mais de 700 pesquisas e conclusões já feitas sobre os efeitos da cafeína no corpo humano.

A equipe responsável pelo projeto constatou que o limite de 400 miligramas foi corroborado por vários especialistas. Mulheres grávidas devem consumir apenas 300 miligramas.

Os efeitos de um consumo de cafeína em excesso são diversos, e atingem domínios cardiovasculares, musculares, reprodutivos e de temperamento — como depressão, disforia, ansiedade e hipertensão.

Segundo disse Esther Myers, uma das responsáveis pelo levantamento, à revista americana “The Atlantic”, a constatação não significa exatamente que uma pessoa, ao tomar mais de 400 miligramas de cafeína por dia, terá necessariamente algum desses problemas. Muito menos todos.

“Existe muita variedade interindividual em como as pessoas respondem à cafeína. Essa é uma das brechas da pesquisa. Precisamos saber identificar melhor essas diferenças e identificar pessoas que são mais sensíveis” Esther Myers pesquisadora, à revista “The Atlantic”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA